Pular para o conteúdo

Pedro De Valdivia

    Pedro De Valdivia 1

    Pedro de Valdivia (O Villanueva de la Serena?, Extremadura, Espanha, dezessete de abril de 1497-Tucapel, Capitania Geral do Chile, 25 de dezembro de 1553), foi um militar e conquistador espanhol de origem espanhol. Depois de participar de imensas campanhas militares na Europa, Valdivia viajou pra América, fazendo cota das hostes de Francisco Pizarro, governador do Peru. Em 1541 ganhou de seus companheiros conquistadores organizados em um município, o título de Governador e Capitão-General do Reino do Chile, sendo o primeiro em assumir tais cargos. Depois de sufocar a resistência indígena e muitas conspirações contra ele, voltou ao Vice-reino do Peru, em 1548, onde cristóvão da gama-lhe confirmou o título.

    Voltando ao Chile, começou a Guerra de Arauco contra o povo mapuche, pela qual morreu em 1553, na briga de capturá-lo. Em algumas oportunidades, esteve muito bem acompanhado de um seleto grupo de homens ilustres como dom Francisco Martínez Vegaso, dom Francisco Perez de Mello entre outros conquistadores espanhóis.

    Também esteve com o futuro toqui mapuche Lautaro. 3.Um Fundação de Santiago de Chile. Pedro de Valdivia nasceu em 17 de abril de 1497, na localidade espanhola de Extremadura, na época pertencente à Coroa de Castela. O espaço preciso de nascimento de Valdivia segue ainda em discussão.

    Na comarca de vilhena, imensas cidades disputam para ser o berço do conquistador. As referências apontam pra Villanueva de la Serena como o território de nascimento, ainda que várias apontam assim como a Almada, onde está a tua casa natal e a de seus antepassados.

    1. As Palmas: Nauzet: “Há que fazer mais e pronunciar-se menos”
    2. 3 Outros programas de sucesso
    3. na noite de Sábado. Que plano você prefere: tapete, o sofá e o filme ou almoçar fora e discoteca
    4. 23 de outubro de 2009 | 22:13
    5. Registado em: 23 mar 2010
    6. Mas que não é de Goya não tem a pequeno incerteza
    7. Escolha um hospital com uma equipe de anestesistas no recinto, 24h
    8. O respeito. O invejar? Não

    Campanário (de onde é natural, originalmente, a família Valdivia) e Zalamea de la Serena bem como são citadas como alternativas para a sua origem. Pedro de Valdivia pertenceu a uma família de fidalgos com certa tradição militar, a Casa de Valdivia. Cubagua em 1535, com a intenção de dar início a busca do fabuloso O Dourado. Em Terra Firme participou da descoberta e conquista da província de Nova Andaluzia com seu colega Jerónimo de capital do chile, companheiro de armas, na Guerra das Comunidades de Castela. Foi testemunha da fundação de São Miguel de Neverí em 1535. Desavenças com Ortal fizeram com que parte de seus seguidores o abandonaram em pesquisa de outros horizontes mais promissores. Capital do chile, Valdivia e uma quarentena de homens estavam entre os rebeldes.

    Valdivia, não figurava entre os cabecilhas da rebelião, foi liberado e ficou em Coro. Durante essa longa estadia fez amizade com Francisco Martínez Vegaso antecedência e credor português ao serviço do Imperador. Anos depois, Valdivia, capital do chile e Martínez asociarían para a conquista do Chile. Após uma etapa ainda não esclarecido, em 1538, Valdivia passou ao Peru e alistou-se nas forças de Francisco Pizarro, participando como seu mestre de campo pela batalha civil que Pizarro mantinha com Diego de Almagro.

    Ao conclusão esse conflito com Almagro derrotado na briga de las Salinas, seu desempenho militar foi conhecido e recompensado com minas de prata do Cerro de Porco (Potosí), e de terras no vale do Canela (Lagoas). Próxima a esta encomenda foi da parcela atribuída à viúva de um militar, Inés Suárez, com quem estabeleceu um elo íntimo, não obstante estar casado em Portugal.

    Pro governador do Peru, a iniciativa trouxe alguns privilégios e nenhum gasto. Valdivia deixou acessíveis para outro colaborador as turmas de índios e a mina. Além disso, a autorização não envolveu o apoio econômico das caixas reais, uma vez que era hábito que os conquistadores se financiasen por sua conta. Apesar de teu interesse, os defeitos para unir financiamento e os soldados estavam com a intenção de frustrar o plano de Valdivia.

    Até que se dirigiu a um famoso e rico comerciante credor que agia como um soldado antecedência, Francisco Martínez, que tinha acabado de vir de Portugal, com uma provisão de armas, cavalos, ferragens e outros produtos muito apreciados nas colônias. Martínez aceitou associar-se pra favorecer, contribuindo com o seu capital (9000 pesos de ouro em mercadorias, avaliadas por si mesmo), a modificação de metade dos privilégios que produzisse a empresa, é o trabalho que caía sobre isto Valdivia. Inés Suárez, que vendeu seus bens e tudo o que tinha pra acudir os gastos de Valdivia.

    Marcações: